Desculpe, mas vou alí viver, não quero mais ler e reler toda essa mesma história e parar sempre nos mesmo capítulos, desculpe mas não vou me prender a algo que não vai mais mudar, também preciso crescer. Não dá mais pra ficar vivendo essa bagunça e esperar que você venha arrumar. Resolvi arrumar tudo sozinha. Só lhe peço que não entre e destrua tudo novamente, foi difícil viver sua ausência e esquecer tudo que um dia me vi passar, depois de tanto tempo me acostumei com o fato, me achei no ponto de tentar mudar algo que estava por tanto tempo na mesma rotina. Durante muito tempo, sempre colocava uma vírgula que começava a fazer sentido e depois não conseguia mais terminar. Terminei. Coloquei um ponto final de vez. Vou correr e buscar algo que me traga sorrisos verdadeiros. Não quero mais me adaptar a você e todas as suas mudanças. Vou construir minhas próprias mudanças, meus próprios conceitos. Essa é a minha vez! Quero ser que nem um pássaro livre! Liberdade, algo que antes almejava mas não tinha exito em alcançar, mas agora sinto que estou à um passo dela. Creio que assim que encontrá-la serei feliz, poderei voar para onde quiser, sem essa gaiola que me prende à você. Um passo à frente e mais dois, nada de regressão. Sempre adiante. Primeiro eu, segundo eu, terceiro eu, chega de apegar-me a alguém onde sei que não ficará por muito tempo, é muito melhor viver livre de julgamentos e das pessoas, ou seja, melhor mesmo viver só. Sem precisar dar satisfações a ninguém, muito menos sem receber julgamentos de onde não ir, de o que não fazer… Agora único julgamento que irei receber é o da sociedade julgadora, onde ninguém está livre… Mas do resto? Ah, não irá mais afetar-me…” É meio que contraditório, você vem do “quinto dos infernos” só cuidar da minha vida. Já nem me importo mais com o julgamento que fazem de mim, ainda mais quando essa pessoa não me conhece. Cansa muito.As pessoas vivem te julgando por ser diferente, apontando o dedo para você, te julgando como se algo estivesse faltando.Elas mesmo são tão escrotas.Não, não adianta distribuir olhares para todos, porque eles não vão perceber o quanto você esta chorando.Simpatia? Eu não forço também, mais nem por isso saio apontando os defeitos dos outros, porque eu sei que por mais que as pessoas sejam defeituosas, elas tem um coração.Eu sou muito julgada, e nem por isso vivo mostrando as minhas atitudes.É tão difícil perceber que todos nós somos iguais, de dentro para fora.Vim com o mesmo objetivo de vocês.Enquanto todos poderíamos fazer essa sociedade perder, estamos julgando uns aos outros por ser diferente.É por isso que o Brasil não vai para frente.

 - NatáliaSarahMy e Thais  (inusitados)


Sei que disse que não iria mais descontar tudo em palavras, disse que não iria mais deixar me levar por coisas pequenas, como se com essas palavras alguém pudesse me ouvir. O problema é essa multidão, é esse tamanho de tudo que acaba acontecendo aos poucos e se acumula junto com o que já estava, tudo tão difícil. Não sei estabelecer o porque mas parece que para alguns tudo é mais fácil, eu não sei se ainda peguei o jeito de fazer as coisas certas, de depois de um dia inteiro eu ir e falar pra mim mesma: Hoje eu consegui, não me é estranho tudo esse cheio que está aqui dentro agora, estou precisando expulsá-lo, cada dia mais razões, cada dia mais motivos e tapas de realidade. Tudo tão visível a mostra pra que qualquer um pudesse ver todo o seus segredos, e todos os seus medos, sua vida resumida em uma unica pagina, demonstrando o que você é. Admiro essas pessoas que exalam auto confiança, eu não sei aonde estou mas a algum tempo atrás estava tentando caminhar pra ser alguém em que eu me pudesse olhar e falar é assim exatamente como eu sou, que eu sempre sonhei ser. Sei que quando resolvi caminhar, eu disse que não iria fraquejar, mas existem barreiras tão enormes, tão gigantes e que requerem um grande preparo pra poder quebrá-las. Acho que ainda posso continuar caminhando, mas nesse momento encontrei um obstáculo. Devo estar apenas no começo. Espero. Tudo a cada dia mais desafiador, preciso de forças, forças o suficiente pra não desistir, continuar, foco. Repetia todos os dia isso, sem cessar. Preciso aprender, depois de tantos “tapas” na cara eu deveria ter aprendido. Aprendido a viver, e é o que estou tentando fazer. Mas muitos me dizem que eu sou capaz, então, vou acreditar. Eu sou forte, sei disso, mas preciso achar essa força dentro de mim. Preciso encontrar meu ponto forte, aqui dentro. Não quero mais ser aquela pessoa fraquinha que não sabe lhe dar com nada dessa vida. Então, a partir de agora será assim. Cabeça erguida, seguindo em frente, sempre. Não é que a vida esteja assim tão boa, mas o sorriso ajuda a melhorar! O amor é um bicho de sete cabeças, tem que ser compreendido, antes de ser apostado. Consegue entender? Vamos com calma, eu ainda acredito no amor, mas não em todos, não em todo o tempo. Mas como um pequeno quebra-cabeça. Com peças complexas e de difícil encaixe. É preciso paciência, e uma enorme vontade de chegar ao final do jogo. Um jogo. É exatamente isso! Tudo têm suas regras, vencedores e perdedores.
— Ah, se tudo não passasse de uma mera ilusão. ─ Natália, Thays e Thais (inusitados (via inusitados)

inusitados:

A verdade é que tem muito super herói disfarçado de vilão. Ou quem sabe, fingem que são do mal. Mal porque ser mocinho é muito clichê, mas… quem liga pra isso? Muitas pessoas estão achando por aí, que não são capazes, elas estão desacreditadas, coitadas. O que realmente precisamos é retirar todas essas máscaras, está na hora de inverter os papéis, virar a ampulheta e não deixar que as pessoas venham e retirem todas essas forças que existem dentro de nós. A força que nos faz permanecer de pé todos os dias, com o incentivo que recebemos. E agora pregarei a seguinte sentença na geladeira: “Derrubar os obstáculos que surgirem e construir barreiras.” Como já diziam: Como vamos saber se vai dar certo se ao menos tentamos? Se tentar, quem sabe não consiga? O mundo precisa de pessoas que sonham, não pessoas que somente sonhem mas que voem atrás de todos os seus objetivos, porque as pessoas de hoje apenas sonham, mas não fazem nada para conseguir realizá-los. Eles pensam que tudo virá de “mãos beijadas” até ele. Precisamos de pessoas que tenham um escudo e que não deixem nenhum filho da puta vir e te dizer que você não consegue. Se você ama, se declare não perca essa oportunidade, não deixe todo esse teu amor ir para o lixo por um motivo inútil. Se olhe no espelho e diga que você consegue. Acumule todas as suas forças e todos os seus desejos e coloque uma pitadinha de fermento e os faça crescer tudo. Olhe no espelho e veja que quem está ali é uma pessoa capaz, alguém que consegue e que tem forças o suficiente pra não deixar nada abalá-la. Leia pra lembrar todas as manhãs: Eu consigo, eu posso. O mundo precisa de gente. Gente de verdade que lute por seus ideais, que vê em suas falhas um aprendizado pra começar novamente e erguer todo aquele castelo que estava desmoronando. A verdade é que dentro de nós existe o mais profundo dos nossos sorrisos, a melhor das nossas motivações, está na hora de colocar tudo isso à tona. Não esconda sua personalidade por baixo de sua capa protetora. Deixe que tudo isso venha e lhe fortaleça, retirem suas capas, ainda dá tempo de começar tudo de novo com a mesma força de antes. O céu é o limite e do chão você não passa. Não deixe que venham algumas pessoas e te desmotive, elas só querem passar em cima de tudo que te fortalece. Não deixe. Elas sentem inveja de você e do que tens. Super Heróis existem, e existe um que é capaz de conseguir mudar o mundo. E ele está na imagem refletida naquele espelho. O Super Herói é você, você é uma pessoa que pode salvar uma vida, pode salvar a sua própria vida, você a pessoa que se ilumina, você quem constrói sua história, cria novos caminhos. E se você começa, você que decide a hora de acabar. Seja um Super Herói e faça história com esse nome. Faça o inacreditável, o inimaginável e o inesperado. O mundo está tão cheio de pessoas desacreditadas e fracas, não acham? Porque você não fazer a diferença colocando um sorriso no rosto e sendo forte para valer? Só é ter força de vontade porque tu podes tudo, você é capaz, só basta querer e acreditar que és capaz. Super heróis não são só aqueles que salvam o mundo como nos filmes e desenhos animados, e sim, aqueles que salvam sorrisos, salvam a felicidade que fica escondida atrás de máscaras e lágrimas, esses sim, são verdadeiros heróis, pois ele honram seu nome, sua capa e tudo que o pertence, e não há melhor herói no mundo do que aquele que consegue arrancar os sinceros sorrisos das pessoas, onde sabe-se que é quase impossível de se arrancar… Porque se tornou um hábito de várias pessoas, sorrirem para tentar não demonstrar o que realmente sente.”  ─  NatáliaThaysMy e Eduarda (inusitados


inusitados:

Eu falhei em tentar mudar algumas coisas, somente depois de ter tentado e percebido que algumas vezes comigo é diferente. São muitas histórias e muito passado pra tentar mudar agora, assim tudo de uma vez. Sei que eu apenas estava cansada um pouco das coisas, queria algo novo. Correr atrás disso nem é assim tão difícil, mais eu não podia agir sozinha, e é assim que eu estou me sentindo em relação com algumas pessoas. Eu posso correr atrás, como já tentei inúmeras vezes, mas não posso esperar que venha até mim, comigo é diferente. Eu queria poder criar essas expectativas e poder contar com elas, queria poder fazer algo sabendo do resultado que teria depois, mas aí vem a vida e prega outra peça na gente. Ela vai lá e muda todo o caminho percorrido nem que seja por algo fútil. Será que ainda dá pra acreditar em destino? Ou essa é apenas uma palavra que nos ilude e nos faz enxergar que para termos algo é preciso correr loucamente atrás de seus objetivos? Queria uma coisa certa, que não mudasse depois de amanhã, queria poder acordar e ser surpreendida pela vida depois de tantas decepções. Quero algo que seja para sempre, e que dure até qundo tiver que durar. Vejo que desperdicei bastante tempo em coisas vãs, que hoje já nem importam mais. O que incomoda é que está tudo como um círculo vicioso, é sempre a mesma história, tudo começa a se repetir, pode até mudar os personagens, mas o final… Ah o final é quase sempre o mesmo. A verdade é que acredito sempre em primeira impressões, dizem que essa é a primeira que fica, engano meu. Tudo muda, inclusive aquela feição tão boa que fazia de algumas coisa antes, todo esse romance de uma noite de verão, é mero engano. Também sempre acaba assim, criticando o amor. A vida de ninguém é repleta de momentos perfeitos. E se fosse, não seriam momentos perfeitos. Seriam apenas normais. Mas vou continuar apostando nisso: como eu poderia saber o que é a felicidade se nunca tivesse experimentado as quedas? Pensando assim, tudo se torna mais fácil de se entender, talvez seja porque precisamos de momentos ruins para podermos valorizarmos os bons. A vida não se resumi somente em chegadas e sorrisos, mas também em partidas e lágrimas. Não dizem que só damos valor quando perdemos? Então, é justamente onde quero chegar. Nunca sabemos quando somos felizes, precisamos de tropeços para nos tocarmos disso. Sonho alto, idealizo as coisas do jeito que desejo que elas sejam, e quando me deparo com a realidade, é como um choque. Decepções já fazem parte de minha rotina, queria que isso também mudasse… Sei que não posso mais culpar a vida pela minha falta de atitude. Sei também que se quero alguma coisa, é correndo atrás que vou conseguir e não sentada no sofá. Portanto, me aguarde. ─ Natáliae Martina (inusitados


Que sejas eterno o quanto dure! Não quero mais saber desse tal sofrimento… Só quero viver intensamente e com um belo sorriso estampado no rosto. É isso que está faltando no mundo de hoje, pessoas felizes, de bem com a vida, de bem consigo, só sorrindo por estar vivo. Ou será que eles se esqueceram que é um milagre eles estarem vivos, por todos esses dias que vivem? Tudo pode acontecer. Tudo é tão surreal. As coisas mudam. Nada é pra sempre. Nada é eterno. Tudo é passageiro. Aprenda com seus erros o quanto é tempo. Ou será pego novamente pelo seu erro. Não fique ai parado, vá viver sem desperdício, vá dançar e cantar vá fazer o que gostas. Vá ser feliz fazendo o que terás que ser feito. Não tenha o desgosto de chegar de certo tempo, e ver que tudo foi em vão. Aproveite, pois essa é sua hora. Mude, inove, extrapole… Talvez você conquiste o mundo! Seja diferente de todos os outros. Seja autor de sua própria vida. Não seja influenciável. Isso é o que há de errado em tais indivíduos. Mas isso não importa. Vá cuidar de si mesmo e não da vida dos outros. Vá se amar. Vá se divertir. Vá cantar e não se importe se você sabe a letra ou não. Só agradeça por estar firmes e fortes, sem nenhuma preocupação ou problema a resolver. Sorria. Sorrir é bom para todos. Bom pra você, bom pra mim, bom para todos. Entenda que sorrir faz parte de ir à busca da sua felicidade. Entenda que para você sorrir, não importa se estás feliz ou não. Entenda que sorrir é bom. Que sorrir és tudo na vida de alguém. Que sorrir é mágico. És belo. Ganhe vida! Sejas esplêndido. Sejas aventureiro. Sejas romântico. Seja o que tu queres ser. Mas sejas. Não tenha medo do que poderás enfrentar. Não tenha medo do que irás ver. Não sejas inseguro. Sejas forte. Sejas mais do que aqueles que querem teu mal. Só sejas. E com um belo sorriso estampado no rosto. Não imite o que não deves ser imitado. Agora eu estou de apoio com tudo que me faz feliz, se é certo ou errado, não importa, por que agora, o que importa é apenas manter minha felicidade em seu devido lugar. Somente sei que eu tenho o “chave” pra desencadear toda essa bagunça e dar adeus à ela, e convidar momentos, momentos que o tempo não pode construir. Falo de agora, hoje. Será que posso interpretar isso como uma aviso? Um aviso dos céus com uma brecha de não se importar tanto. Anda acontecendo coisas maravilhosas na minha vida, na verdade sempre aconteceu eu que nunca soube interpretar elas, tudo agora é decifrável, mesmo que não seja é tudo mais fácil e mais verdadeiro, chega de importar com que os outros pensam ou deixam de pensar, viver é mais intenso do que existir. Chega de mesmices, chega de falsidade. Estou desistindo de tudo que me atrasa, tudo que me condena. Estou confiando naquilo que eu sei que no final vai me recompensar. Estou desistindo desse intelectual que não me agrada, que não faz meu tipo de ser. Estou de apoio com a felicidade, estou de apoio com o que me faz bem, com o que não me surpreende, estou de acordo com a liberdade de expressão. Estou de acordo apenas com o meu próprio sorriso.” ─ Nanda, Thays, Natalia (inusitados)   


Quero distância de todos esses livros que dizem que o amor é uma coisa fácil, que você vai encontrar o seu amor batendo de cara na próxima primeira esquina que vier. Que vocês vão dar um encontrão e vai derrubar seus livros e ele vai tocar a sua mão e vai ser como um amor a primeira vista. Chega de conto de farsas. Não quero mais ler frases gritando que você tem que encontrar a “tampa da sua panela” ou a sua “outra metade da laranja” pra se completar. Ou esses romances de novela que duas crianças apaixonadas se encontram depois de muito tempo, tem várias desavenças e no final. Ah o final… O final fica por conta do diretor de unir o casal e dar à eles um final feliz, e um fim por simples ironias do destino. Desde de pequenos aprendemos que vamos encontrar um príncepe encantado chegando montado em um cavalo branco, que vai de te raptar em um castelo ou que um sapo pode virar um príncepe. Somos princesas, mas para despertar esse lado adormecido o que precisa ser feito é renovar. Moramos em um castelo de cartas aonde qualquer pequeno sopro, tudo se desmorona facilmente. O mundo está precisando de mais pessoas, pessoas de verdade. Pessoas completas, completas de alma. Pessoas que se amem profundamente, que pelo menos vivam. Nós somos completos e nascemos assim, o mundo chega e leva parte de você. Leva parte da sua vida e você fica procurando por alguém que venha e finja que preencheu o que durante anos estava completamente vazio - adoecido - o mundo precisa de pessoas que se transbordem, que mesmo que a vida não esteja assim tão boa, conseguisse acalmar com um simples olhar, ou uma simples ação. Atitude vem sendo estampada muito facilmente em todos os lugares, todos querem essa tal de atitude querem revoluções, mas o que fazer enquantos todos querem e não procuram? Precisamos de pessoas loucas, pessoas que saiam do politicamente correto, e procurem pelo amor que as faça bem, que tenham primeiramente um amor próprio, um amor firme que nenhum filho da puta chegue e arranque isso de você, que toda essa força venha e estampe nos olhos de muito que enchergam mais não querem ver. Que o amor está aí, dentro de você. Chega de fitar nesse mundo onde tudo parece estar bem, mas por trás de toda essa calmaria não passa de um turbilhão de problemas e propagandas enganosas. Sim, somos princesas cheias de defeitos, de loucuras e mais poréns, mas pelo menos podemos um dia dizer que somos completas. Precisamos de livros que digam que pra amar alguém é preciso se amar primeiro. ─ Natália (desatando-me


inusitados:

“Não quero ser assim… Tão medrosa. Tão insegura. Tão impotente! Tenho que parar com esse ato de não conseguir fazer tal coisa por medo do que os outros irão achar. Tenho que acabar com essa história de sempre está em cima do muro, sem nenhuma opinião formada sobre tal assunto, sem minha própria opinião sobre tais coisas. Tenho que parar de ser tão sensível e começar a me fortificar. Pois não sou nenhuma boneca que alguém pode brincar e depois deixar-me de lado. Acho que isso tudo contribuiu para que eu fosse deste jeito. Mas tenho que mudar meus conceitos. Ser uma pessoa melhor. Ser um ser capaz de perdoar quem me fez mal. Um ser capaz de ser feliz novamente. Sem nenhuma amargura. Sem nenhuma magoa. Sem nenhuma tristeza a acalentar-se. Mas, portanto, tenho que parar de ser tão assim, complicada. Tenho que ser quem eu sou de verdade, e não ter vergonha disso. Porque sempre quis ser assim, destemida, inusitada. Normalidade não combina comigo. As vezes tímida, as vezes extrovertida. As vezes doce, as vezes fria. As vezes simpática, as vezes ignorante. Sou tão diferente. Em certos momentos sou à quem mais conversa e rir. Na verdade, sou muito insegura quando o assunto é sobre minhas atitudes, e em todas elas existe um pouco de medo, medo que alguém ache que aquilo fosse errado. É o que sinto e não posso negar. Mas ninguém entende que eu só quero ser uma pessoa capaz de fazer as coisas sem medo do que irão achar de mim. E eu repito, mais uma vez: Eu sou capaz, eu posso fazer isso! Mas o problema é que em questão de sentimentos eu sou frágil, de uma forma inaceitável. Mas eu preciso aprender a não pensar só nos outros, preciso aprender a me cuidar em primeiro lugar. Por que você pode até vencer a batalha, mas eu venço a guerra. Não vou mais ficar sendo idiota e meiga com aqueles que que não me merecem. Preciso aprender a dominar meus sentimentos, preciso aprender a me dar bem com eles, não quero mais ser essa pessoa fraquinha, frágil que habita aqui dentro de mim. Não adianta crescer só por forma física, se aqui dentro ainda reina um espírito de criança. Chegou a hora de tomar decisões mais rígidas. Chegou a hora de não me deixar levar. Chegou a hora de crescer, de ser alguém que faça a diferença. Não vou mais passar despercebida e ser aquela garota que vivia calada e quieta em seu mundinho totalmente inventado por ela. Vou mudar literalmente, começando de minhas roupas à minhas atitudes, encontrar dentro de mim, determinação, pois é isso que está faltando. Na verdade, faltam muitas coisas, como ser segura de mim mesma e me amar em primeiro lugar, não ligar para os comentárias alheios, dar a mão a felicidade e mandar embora todas as coisas ruins. Vou ser isso e muito mais, daqui para frente tudo será do meu jeito. Demorei chegar aqui, então por favor, não queira que mude. Aliás eu nunca fui perfeita. Não espere de mim atitudes que eu não possa ter nunca, não me peça pra mudar por isso e por aquilo ou por qualquer coisa “clichê”, Porque você sabe que eu amo os meus defeitos, e eu aprendi a conviver com eles. Então não me venha com mude.  NandaThaysMartina e Thais (inusitados)



Mas é claro que o sol vai brilhar amanhã, mais uma vez
. O meu problema é que me envolvo demais as pessoas. E elas vão embora como águas do mar, sem olhar pra trás, e em cada batida, é mais forte á ida. Mais a maré de algum jeito sempre volta você querendo ou não. Eu chamo isso de desânimo, pois quando as ondas chegam a areia, ficam poucos momentos, e voltam para seu lugar de origem. E é isso que as pessoas fazem comigo, bem quando eu começo a dar valor a elas, a saber, o significado de amar, de ser amado. Era um ditador de felicidade, onde tudo se resumia a felicidade dos outros, sempre deixando a minha em segundo plano, nunca em primeiro. Eu só me enfadei de tudo. Dos momentos bons e dois ruins, eu cansei de mim. De tanto me machucar eu aprendi com os meus desacertos, porque mesmo que as ondas do mar vão embora, eu acredito que elas tragam algo de bom para mim. Porque momentos tristes são que nem tempestades, mais só depois de um tempo se percebe que são passageiras, e assim que o céu limpa, saí um arco-iris lindo, acredite. E no final do arco-íris acredita o que tem? O tão desejado pote de ouro. Não em forma de ouro, e sim em forma de aprendizado. A cada queda, a cada recaída existe sempre uma conclusão. Mas acontece que a vida está assim, essa turbulência todas, com pessoas entrando e saindo da minha vida o tempo todo. E isso me cansa, cansa muito. Vou acreditar em mim mesma, em meu próprio potencial. Ainda acredito naquela luz no fim do túnel, lembra daquele famosa expressão? “A esperança é sempre a ultima que morre”. E então, continuarei como sempre faço. Seguirei em frente, sem me deixar abalar, por mais que queira desistir. Uma hora, as coisas tem que vir a meu favor. Uma hora, alguém verdadeiro terá de aparecer, e eu aguardo a tempos que isso aconteça, sempre paciente, sem reclamar. Apenas aturando tudo isso. Assim como as ondas vêm e vão, uma hora elas tem de trazer algo de bom, e assim acontecerá comigo. Tenho fé. Isso vai acontecer, só pode demorar um pouco. JudithThays  e Gabriella (inusitados)


inusitados:

“Hoje eu joguei tanta coisa fora, e vi o meu passado passar por mim. Deixei que o tempo levasse ás minhas magoas, e como as ondas do mar trouxessem ás coisas boas de volta pra mim. Eu tentei jogar tudo pro ar e voltar a viver, mais não pude, porque atrás do meu passado, existem mais coisas tristes que perdi a conta de quantas lágrimas já se foram com cada história. Joguei fora cartas e fotografias, até gente que foi embora, a casa fica bem melhor assim. Em longos de anos, fui decepção, fui amor e fui desconfiança. Tive meus dias de anjo, de puta, de menina comportada. O que eu quero dizer é que meu passado foi repleto de desordeiros, magoei pessoas e paguei por isso. Vi desenhos infantis que antes eram refletidos em amor que agora viraram sangue. Vi crianças que jogavam bola agora brincarem de machucar uns aos outros. Ultimamente, festas de aniversário eram para se brincar de esconde-esconde, não dar amasso no banheiro do quarto. Meninas que antes brincavam de boneca, que com só depois dos quinze anos começavam a se interessar com garotos agora estão grávidas antes dos doze. É tanta ignorância no coração das pessoas que deixamos de enxergar uns aos outros. O homem tem em si o objetivo de crescer na empresa, antes o sonho de todos os homens era se casar e ter uma família, unida e feliz. Tudo passou tão rápido que cabe numa caixa de memórias, meninas comiam soverte para acabar com a tristeza, agora se cortam da maneira mais dolorosa possível. Depois que os casais começaram a trepar antes do casamento, não se há mais amor. Pessoas felizes só existem em propagandas de pílula azul. Lembro que poesia era coisa de pessoas sem nada pra fazer, onde eram taxadas de inúteis e bastardas. Rap era uma coisa que só existia em metrôs, onde alguns garotos trocavam rimas. Agora meninas mais novas que eu me chamam de careta, que não podem viver sem a sua maquiagem e seu namorado, morreriam se ficassem sem suas roupas de marca e seu celular de moda. Eu joguei fora o meu passado, os meus amores, a minha antiga vida. Não quero mais ser assim, olhar o meu passado se misturando com o presente, deixando as pessoas tomarem conta da minha discórdia. Porque infelizmente, não posso fazer nada em relação às mudanças. Não posso simplesmente querer que todos voltem a ser como eram antes. Tenho que me contentar que agora, todos só querem saber se status, não de valores. Realmente o mundo mudou, ou melhor, as pessoas que mudaram. Lembro-me de quando era pequena e brincava na rua até anoitecer, sem preocupações, sem pensar nas consequências de meus atos. E tudo o que mais desejava era crescer, ter namorados, poder andar no banco da frente e sair sozinha. E agora que cresci, daria tudo para voltar a ser criança novamente. Mas a realidade não é essa. Hoje tenho tantas responsabilidades e não posso mais fazer nada sem pensar 2 vezes, pois tudo tem consequências. A cada passo que dou, tenho que ter certeza do que estou fazendo, para não pisar em falso. O tempo passou…. E como passou. Mesmo sendo difícil, vou apagar meu passado e começar a escrever meu futuro. E o que mais me intriga, é que não sei como as coisas chegaram a esse ponto. Como a sociedade tornou-se tão hipócrita e inapropriada. Hoje não pode-se confiar em mais nada, não pode-se sair nas ruas com medo dos perigos sombrios. Não pode-se criar um filho, sem medo de que ele siga a vida em uma caminho diferente do seu, um caminho pior que custe a vida dele. Só Deus sabe o quanto sinto falta de minha infância, onde as coisas eram melhores, onde as pessoas eram melhores. Uma época que não haviam tantos perigos, e tantas coisas fúteis como hoje, uma época onde realmente tinha-se uma infância saudável e feliz. E o que mais temo, o que rezo todos os dias para não acontecer, é que as coisas com o decorrer dos tempos fiquem piores do que já estão.“ ─ JudithMartina e Gabriella (inusitados)


Não me importo. Não me consolo. Não me coroou. Simplesmente… Não quero mais viver só me contentando com o pouco dos outros. Não quero viver dividida. Incompleta, sem nenhum valor se quer. Não quero andar sob curvas. Talvez isso seja injusto. Todos se divertindo as minhas custas… E eu? Não sou nenhuma boneca. Não sou nenhum brinquedo que todos podem brincar e depois jogarem-me fora. Como se eu não valesse à pena. Mas sabe o que aprendi com isso? Que como todas às vezes, me enganeis. Pensares que amava, mas não foi bem assim. Só era paixão passageira… Daquelas que o sofrer não vale à pena. Daquelas que não tem importância nenhuma nas nossas vidas. Como se diziam por ai: quantas vezes amamos e percebemos que só nos enganamos? É isso que estou sentindo agora. Enganada. Mas completamente feliz por ter superado tal sofrimento acarretado por tal individuo, por tal amor que eu pensava que existia. Vou viver assim agora. Sem sofrer por qualquer que aparece e diz que gosta realmente de mim. Sem se enganar. Não quero mais pensar que tudo está bem ou não, não vou ter a limitação de ficar pensando em coisas passageiras e viver para os outros, e concordar com o que todo mundo julga se ” politicamente correto”. Não quero mais sofrer sozinha, não quero mais pensar que poderia ter mudado algo e estar vivendo hoje o que sempre sonhei. Na verdade nunca soube o que realmente sonhei, talvez um pouco mais de verdades. A partir de hoje, irei viver de verdade, irei viver intensamente, irei aproveitar cada segundo que me resta. Irei aproveitar cada momento, a cada lembrança contida. A cada felicidade vivida. A cada sentimento compartilhado. Pois amar de verdade, é ser amado. Preciso me redescobrir, me libertar de sentimentos fúteis, preciso procurar mais por mim, sair em uma encansável busca pelo meu ideal e por todo o destino que agora eu quero contruir. Sem barreiras, sem impedimentos. E se eu me perder de vez do meu destino? Definitivamente vou recomeçar, vou renascer, vou inovar e novamente irei seguir em frente, de cabeça erguida, sem se preocupar com o que irá de ser da minha vida. Tendo otimismo, fé, esperança, garra e sendo destemida. Pois alguns podem sussurrar, criticar, dizendo se certos, dizendo que sou inusitada e toda errada. Eu contento-me comigo mesmo, se eu sou assim, é por que tem que ser dessa maneira, dessa forma. Eu não perfeita, aliás, ninguém é perfeito. Não posso ser forte o tempo toda, mas não sou daquele tipo que fraqueja a qualquer minuto. Mas do mesmo jeito irei ser quem eu sou. Nada normal, mas sendo do meu jeito. Torto, diferente, anormal, ou talvez bobo. Mas se é desse jeito que eu sou feliz, o que posso fazer?Nanda, Natália and Thays (inusitados)     


Pareceu simples, mas não foi e não é. Ainda sinto que tudo mudou eu sei, mudou mesmo, é como se eu fosse tratada sendo feita de ferro enquanto o meu coração só congelava de tanto ser machucado, é como se fosse arrancado com a maior das forças um pedaço do meu coração, por você fazia parte dele.
/

só você não sabe o quanto doi
theme by desesperançoso
1234